Como Se Sentir Confortável Usando Salto

Toda mulher tem um xodozinho em seu corpo. Algumas mulheres adoram os seus cabelos e gastam rios de dinheiro para deixá-los lindos e brilhosos. Outras mulheres tem uma paixão eterna por suas unhas e não sabem ficar uma semana sem pintá-las, cortá-las e lixá-las, em casa ou no salão. Ainda tem as mulheres que são apaixonadas pelos seus pés e se preocupam em deixá-los sempre bonitos e confortáveis.

Cuidados com os Pés

Querendo ou não, os pés são membros muito importantes para o nosso corpo humano. São eles que sustentam o peso do nosso corpo durante o dia inteiro, enquanto trabalhamos, estudamos, vamos a médicos, resolvemos problemas, entre outras atividades.

Por ser tão importante no nosso dia a dia, os nossos pés merecem cuidados especiais. Vira e mexe, procure fazer uma massagem nos seus pés. Passe hidratante e massageie-os para deixá-los bonitos assim como as suas mãos ou qualquer parte do seu corpo. Sempre que possível, eleve as pernas. Quando estiver sentada, coloque as pernas em uma cadeira ou apenas sentar com as pernas estiradas no chão. Isso evita que suas pernas fiquem inchadas.

Todos esses cuidados são necessários para que o pé fique bonito e bem cuidado. Mas além desses cuidados, ainda há muitos outros cuidados que devemos ter com os nossos pés e os calçados que usamos neles.

Os Pés e os Calçados

O calçado é um artigo de moda que surgiu há muito tempo. Quando o homem era o homem das cavernas, o calçado não lhe era muito necessário (ou, pelo menos, ele não via necessidade ainda). A partir do momento que o homem “criou” as sociedades e começaram a surgir as hierarquias (a monarquia, a nobreza, o clero, os camponeses). Com essa divisão de classe social, muitas coisas serviam para identificar a qual classe uma pessoa pertencia. Das vestimentas aos calçados.

E foi justamente aí que surgiram os saltos altos. Os camponeses (trabalhadores do campo) trabalhavam com calçados que se assemelham às nossas atuais sapatilhas. Bem confortáveis e básicos, eles eram o suficiente para tal trabalho. Mas a nobreza e a monarquia não podiam se calçar com calçados básicos. Além do mais, suas vestes longas, cheias de tecidos, não podiam tocar o chão e serem sujas.

Então foi criado o salto alto: um sapato que os ricos usavam para que suas roupas não tocassem o chão. Além de fazer com que os ricos ficassem acima dos pobres. Dizem outras línguas que o salto alto tornou-se conhecido com o rei francês Luís XV, da França, que era de pequeno porte e não podia se mostrar inferior. Outro fator é que o rei queria mostrar suas belas pernas, torneadas com o estudo de danças.

A partir de então o salto apenas evoluiu, ganhou várias variações e fez a cabeça das mulheres. E, a partir do momento que as mulheres entram na adolescência, elas experimentam e aprovam ou reprovam o uso do salto alto.

Muitas tem uma relação de amor e ódio com o salto. Essas mulheres, em sua maioria, alegam que o salto alto é desconfortável, mas, muitas vezes, é um mal necessário, por estética. E por essa necessidade que as mulheres, mesmo desconfortáveis, encaram o uso do salto alto. E que tal ver algumas dicas de como se sentir confortável com um salto alto?

Dicas Para Escolher o Salto Alto

Para você se sentir confortável com o salto alto, a dica começa a partir do momento da escolha. Avalie muito bem o calçado que você quer, inclusive a ocasião que você vai usar o calçado.

Não tenha pena de gastar (financeiramente falando) quando o assunto for você mesma. Não é que sapato barato ou de promoção sejam ruins, mas, geralmente, calçados mais caros são muito mais confortáveis, até por conta do material com o qual são feitos.

O salto agulha é lindo e deixa a mulher muito sensual, mas quanto mais larguinho for o salto, melhor para os seus pés. O calçado é onde você está apoiando todo o seu corpo, principalmente na parte da ponta dos pés. Se você usar um salto muito fino, você estará colocando todo o seu peso para a ponta dos pés, e se isso ocorrer com muita frequência, pode acarretar em problemas de saúde. Por isso, quanto mais largo o salto, melhor para você.

Nada de comprar um número que não condiza com o número do seu pé. Números pequenos ou grandes demais apenas machucam os pés. Conheça o seu corpo, o seu pé, e use o número correto. Para escolher o sapato no tamanho ideal, sugerimos que você vá comprar o calçado à noite, depois de ter passado o dia no trabalho ou na faculdade, quando o pé já está inchado. Dessa forma, você não erra o número e mesmo que seu pé inche, o calçado vai estar apto para o seu pé.

Assim como você deve evitar o uso diário do salto agulha, evite o uso diário do salto com bico fino. O bico fino aperta os dedos, o que impede o movimento dos mesmos. Isso pode ocasionar joanetes ou outros problemas na formação do seu pé.

Para que o sapato não lhe cause calos ou ferimentos, faça uso da meia-calça. Além de deixar sua pele uniforme, vai deixar o look mais sensual e vai evitar que você se machuque. Além disso, procure andar um pouco com ele em casa para poder “afrouxar”, deixá-lo mais confortável. Dessa forma, quando você for usar o seu sapato ele não vai machucar o seu pé.

Como já foi dito, o salto alto deixa a mulher mais sensual, mas de vez em quando é bom deixar a sensualidade de lado e apelar para o básico. Por isso, tenha também sapatilhas, rasteirinhas, tênis, entre outros calçados baixos. Os médicos recomendam saltos altos até 5 centímetros (esses não fazem mal à saúde). Varie o tamanho dos saltos e os calçados e garanta o seu conforto e saúde.

Não é à toa que a mulher tem um relacionamento de amor e ódio com o salto. O salto dá um poder natural à mulher, basta ela calçar aquele calçado que a deixa alguns centímetros mais alta e ela tem o mundo todo em suas mãos. Mas para se sentir linda e poderosa, é necessário ter todos os cuidados acima, além dos cuidados que você mesma toma no dia-a-dia.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Sapatos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *